Projetos para o Porto da Praia da Vitória não passam de intenções

Projetos para o Porto da Praia da Vitória não passam de intenções

21 de Setembro, 2017 0 Por PSD Acores

Os deputados do PSD/Açores na Assembleia da República consideram que os projetos anunciados pelo Governo de António Costa, “e corroborados pelos deputados do PS em Lisboa e pelo Governo Regional”, para o Porto da Praia da Vitória, não têm passado de “intenções”, sendo que estamos já com “dois anos de conversa, de muita propaganda e de anúncios sem concretizações”, referem.

Berta Cabral e António Ventura enviaram hoje um requerimento à Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, a solicitar o estudo estratégico do Governo “que identifica as oportunidades de negócio do Gás Natural Liquefeito (GNL) e os potenciais entrepostos a criar em Portugal, contemplando as Regiões Autónomas”.

Segundo os social democratas, importa que o Governo da República “passe das palavras aos atos, pois mais uma vez, e após dois anos de governação com muita publicidade sobre o Porto da Praia da Vitória, a verdade é que não se tem conhecimento de nenhum estudo, nem sequer da candidatura ao Plano Juncker, como comprova a falta de respostas do Governo ao Parlamento”, referem.

António Ventura explica que “o Governo desrespeita a Assembleia, ao ultrapassar o prazo regimental para dar respostas, e cria dúvidas sobre a existência de alguma candidatura para o Porto da Praia” afirma, ressalvando sempre que “estamos a falar de uma infraestrutura de cariz geostratégico e geopolítico revelante para Portugal”.

“Daí que tenhamos pedido informações sobre este estudo, que também ninguém conhece”, acrescenta o parlamentar açoriano, que recorda a existência de declarações públicas “sobre a iniciativa, que pretenderia identificar oportunidades de negócio do GNL e potenciais entrepostos a criar em Portugal, bem como um Hub na Praia da Vitória”, refere.

O deputado do PSD não deixa de sublinhar que, em causa está, efetivamente, a Declaração Conjunta entre o Governo da República e o Governo Regional dos Açores, “assinada em abril do ano passado, que visava a candidatura ao Plano Juncker no âmbito das Autoestradas do Mar”.

“Sobre esse intuito, durante muito tempo publicitado várias vezes pelo Governo Regional dos Açores, pelos deputados do PS e pelo atual Governo da República, continua a existir um enorme silêncio”, conclui António Ventura.

Ler Mais em: PSD Açores