ùltimas Notícias

Acreditar no Faial reúne com AFAMA

O candidato à Presidência da Câmara Municipal da Horta, Carlos Ferreira, a candidata à Presidência da Assembleia Municipal, Teresa Faria Ribeiro, o candidato a Presidente da Junta de Freguesia das Angústias, José Bagaço, bem como outros membros do projeto Acreditar no Faial, visitaram a Associação Faialense de Amigos dos Animais (AFAMA), com o objetivo de realçar o meritório trabalho daquela associação e perspetivar as medidas a adotar na futura governação do município para auxiliar a AFAMA e cumprir cabalmente as atribuições legais da autarquia.

Na ocasião, a direção da instituição descreveu o trabalho desenvolvido, as maiores dificuldades, os apoios existentes e os projetos e expetativas para o futuro.

Carlos Ferreira manifestou a sua preocupação ao verificar que as obras para o futuro canil municipal não contemplam aumento de espaço para a AFAMA, que dispõe de 43 canis onde estão presentemente alojados 120 animais, contemplando somente um aumento de seis para dezasseis canis na parte gerida pela própria Câmara Municipal, onde estão presentemente alojados 9 canídeos.

“Para sermos realistas, penso que o canil, na sua globalidade, terá que duplicar a sua capacidade de alojamento, para comportar os efeitos expectáveis do novo regime legal, que proíbe, e bem, o abate de animais nos centros oficiais de recolha, a partir de 1 de janeiro de 2022”, declarou o candidato.

Carlos Ferreira defendeu a urgência na adoção de medidas para preparar o Faial para o novo quadro legal, e concretizou as medidas preconizadas pela coligação Acreditar no Faial:

  • Em 2018, realizar uma campanha alargada de esterilização de animais de companhia;
  • Articular com as juntas de freguesia a definição do ano de 2018, como “ano isento de taxas de registo, com vacinação e colocação de chip” nos animais de companhia;
  • Colocar o Veterinário Municipal ao serviço da AFAMA e da população, bem como ponderar a necessidade de apoiar os munícipes no recurso a veterinários particulares, para alcançar os mesmos fins;
  • Realizar uma campanha abrangente de sensibilização nas escolas, para os direitos dos animais;
  • Dar maior destaque no site da Câmara Municipal à adoção de animais;

Para Carlos Ferreira, “com estas medidas poderá até ser possível criar condições para que no Faial o abate de animais no canil municipal se consiga antes do prazo legal, mas se nada for feito nem sequer em 2022 o concelho estará preparado para dar aos animais um tratamento mais digno”.

Ler Mais em: PSD Açores

Ver também

Vasco Cordeiro incapaz de exigir à República que cumpra os seus compromissos

Mónica Seidi considera que a reação de Vasco Cordeiro à inexistência no Orçamento do Estado para 2018 de qualquer verba para a execução do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) con..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *