ùltimas Notícias

Teresa Faria Ribeiro quer Assembleia Municipal mais próxima dos cidadãos

Foi em ambiente de festa que Teresa Faria Ribeiro, candidata à Assembleia Municipal da Horta pela coligação Acreditar no Faial, afirmou que há “uma vontade de mudança que se sente por toda a nossa Ilha, uma mudança que o Faial merece e que, acredito, vai acontecer a 1 de Outubro”.

Nesse espírito de mudança a candidata quer “dar à AM o destaque que este órgão do município merece. Porque ela deve ser o centro das grandes decisões do Concelho e é nela que devem ser analisadas e aprovadas as grandes medidas e as grandes orientações da acção concreta da Câmara Municipal.”

Teresa Faria Ribeiro, adiantou, no convívio de apresentação dos cabeças de lista às 13 freguesias, querer “potenciar a proximidade da Assembleia Municipal com os cidadãos para que se sintam parte integrante das deliberações deste órgão autárquico.”

“Connosco, à frente dos desígnios da Assembleia Municipal, podem ter a certeza que tudo faremos para que neste órgão se faça sempre um debate profundo, conclusivo e consequente sobre todas as matérias que dizem respeito ao nosso Concelho, em todas as áreas e sectores, sejam elas de âmbito autárquico ou da esfera da acção e competência da Administração Regional ou Central.”

Apelando ao voto na Coligação Acreditar no Faial, disse que “em especial nestas eleições, temos de votar em quem, acima de interesses partidários, está disponível para defender a nossa ilha e os interesses de quem cá vive.”

E fez questão de destacar que os candidatos não são todos iguais, afirmando que “os que lá estão no poder há 28 anos, esses sim não mudaram muito e têm de ser responsabilizados.”

Terminou, em tom entusiasta, garantindo que “Nós somos capazes de fazer a mudança! Temos vontade de a fazer, temos pessoas para a fazer. Sabemos como e sabemos porquê!”

Ler Mais em: PSD Açores

Ver também

Vasco Cordeiro incapaz de exigir à República que cumpra os seus compromissos

Mónica Seidi considera que a reação de Vasco Cordeiro à inexistência no Orçamento do Estado para 2018 de qualquer verba para a execução do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) con..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *