Gaudêncio quer continuar a defender os trabalhadores do município

Alexandre Gaudêncio, recandidato à presidência da Câmara Municipal da Ribeira Grande, reuniu-se com o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins (STAL).

É objetivo do social-democrata num próximo mandato “continuar a defender os interesses dos funcionários do município ribeiragrandense” e estar na “linha da frente na adoção e na reivindicação de novas medidas para os funcionários da autarquia relacionadas com a lei laboral”.

A Câmara Municipal da Ribeira Grande foi a primeira autarquia da região a manter as 35 horas semanais. Foi também durante o mandato de Alexandre Gaudêncio que se assinou dois acordos coletivos de trabalho, permitindo repor direitos que anteriormente tinham caído como os 25 dias de férias úteis, a folga no dia de aniversário, assim como a garantia da saúde, segurança e higiene no trabalho para todos os trabalhadores da autarquia.

“Há que garantir a dignificação e motivação dos trabalhadores com vínculo de emprego público, pois é do nosso interesse que trabalhem no sentido da eficácia e da eficiência para que haja um melhor funcionamento dos órgãos e dos serviços públicos da autarquia”, adiantou Alexandre Gaudêncio.

Para isso, Gaudêncio revelou que tem mantido uma boa relação com os vários sindicatos que defendem os trabalhadores da função pública local, sendo sua pretensão manter essa postura caso vença as eleições autárquicas.

Em cima da mesa estiveram também assuntos relacionados com os funcionários em regime de prestação de serviço e a mobilidade interna. O candidato deixou a certeza que todos os casos de mobilidade serão devidamente enquadrados, tendo ainda revelado a intenção de abrir novas vagas de quadro de pessoal de modo a integrar novos recursos humanos e suprimir as necessidades dos serviços internos, mas também para contribuir para rejuvenescimento da estrutura de pessoal.

“Estar ao lado dos trabalhadores foi, tem sido e será sempre uma preocupação do nosso executivo camarário”, garantiu Alexandre Gaudêncio que se recandidata pelo PPD/PSD a um segundo mandato.

Ler Mais em: PSD Açores

Ver também

Vasco Cordeiro incapaz de exigir à República que cumpra os seus compromissos

Mónica Seidi considera que a reação de Vasco Cordeiro à inexistência no Orçamento do Estado para 2018 de qualquer verba para a execução do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) con..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *