ùltimas Notícias

Carlos Ferreira e Luís Garcia pretendem a intervenção imediata do Governo na programação da SATA no Faial

Carlos Ferreira e Luís Garcia requereram ao Governo para que intervenha na programação da SATA para o Faial, com vista, nomeadamente, ao reforço imediato das rotas Lisboa-Horta e Horta-Ponta Delgada, nos meses de julho e agosto, tendo em conta que a falta de lugares nas ligações à Horta, mais uma vez no período de verão, está a condicionar e a estrangular o desenvolvimento da ilha.

Em causa, explicam os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Faial, estão as dificuldades crescentes na obtenção de lugares disponíveis nas rotas que ligam o Faial a outras ilhas do arquipélago e na ligação direta Lisboa-Horta, facto que está a dificultar não só a mobilidade dos residentes, que querem/precisam de sair da ilha para férias ou por questões de saúde, mas também a entrada de turistas nos meses de maior procura.

Segundos os parlamentares, a SATA estabelece uma política de preços que desincentiva a opção pela ligação direta Lisboa-Horta, nos meses de julho e agosto, e simultaneamente não dá resposta aos passageiros que optem pela rota Lisboa-Ponta Delgada-Horta uma vez que faltam lugares disponíveis na ligação Ponta Delgada-Horta.

Isto mesmo atesta uma pesquisa na página online da companhia aérea.

Por exemplo, uma família com dois adultos e duas crianças não consegue viajar de São Miguel para o Faial a partir de 24 de julho até 12 de agosto, inclusive, e, no percurso contrário, a mesma família só consegue viajar para São Miguel, com escala na Terceira, no dia 17, ou seja, não consegue viajar em sete dos oito dias considerados para a pesquisa.

“Estamos perante uma situação inacreditável de impossibilidade de chegar ao Faial”, constatam, sublinhando que a incapacidade ou teimosia do Governo e da Azores Airlines em disponibilizar, pelo menos, 14 ligações diretas entre a Horta e Lisboa, nos meses de julho e agosto, conforme reivindica o Faial, está a ser mais um forte obstáculo ao desenvolvimento da ilha.

Neste quadro, os deputados entregaram um requerimento no Parlamento açoriano, através do qual solicitam ao executivo açoriano que esclareça se está disponível para dar indicações à SATA para que seja reforçada, no imediato, a oferta de lugares nas ligações inter-ilhas de e para o Faial, especialmente na rota Ponta Delgada-Horta, bem como a oferta de lugares na ligação direta Lisboa-Horta.

No diploma, apresentado à comunicação social esta tarde em frente à loja da SATA na Horta, Carlos Ferreira e Luís Garcia solicitam ainda ao executivo açoriano que esclareça que medidas o Governo regional e a Azores Airlines tencionam tomar para promover uma política de preços nas tarifas aéreas que estimule as ligações diretas entre Lisboa e a Horta.

Ler Mais em: PSD Açores

Ver também

Vasco Cordeiro incapaz de exigir à República que cumpra os seus compromissos

Mónica Seidi considera que a reação de Vasco Cordeiro à inexistência no Orçamento do Estado para 2018 de qualquer verba para a execução do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) con..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *