ùltimas Notícias

PSD/Açores desafia Governo a rever e a melhorar cuidados de saúde em São Jorge

O deputado do PSD/Açores eleito por São Jorge, António Pedroso, desafiou o Governo regional a agir contra a falta de médicos especialistas, enfermeiros e de pessoal auxiliar nos centros de saúde da ilha de forma a garantir segurança nos cuidados de saúde prestados aos jorgenses.

Segundo António Pedroso, “a Saúde continua a ser um problema para os jorgenses” e essa preocupação foi expressa nas reuniões que os deputados do grupo parlamentar do PSD/Açores mantiveram com serviços, associações e organizações locais no âmbito das jornadas parlamentares que decorreram em São Jorge.

“O serviço de saúde que é prestado aos jorgenses preocupa-nos seriamente. Temos falta de enfermeiros e de auxiliares e a falta de pessoal hospitalar pode vir a comprometer seriamente a qualidade e a segurança dos cuidados de saúde prestados na ilha”, salientou.

O parlamentar denunciou o facto de os jorgenses não disporem de especialidades como ortopedia ou neurologia, isto numa ilha com uma população envelhecida e com necessidades regulares de assistência médica.

Para António Pedroso, esta situação devia obrigar também a uma maior atenção e empenho do executivo regional na garantia das acessibilidades de e para São Jorge.

“Existem especialidades em que estamos totalmente a zero e os jorgenses quando têm de se deslocar para fora da ilha são confrontados, especialmente neste período de verão, com a dificuldade acrescida de não conseguirem lugares nos voos da SATA”, explicou.

“O que acontece é que os doentes, além de terem de ir de barco de São Jorge para a Terceira para ter uma consulta de especialidade, em alguns casos aguardada há meses, são obrigados a permanecer fora da ilha mais dias do que os necessários do ponto de vista clínico por não terem transporte de regresso, o que além do incómodo, configura um aumento de despesa para os pacientes e acompanhantes”, acrescentou.

O deputado social-democrata lamentou que situações como estas persistam e, por isso, alertou o Governo regional para a necessidade de “rever e melhorar os cuidados de saúde” naquela ilha de modo a que os habitantes se “possam sentir seguros e confortáveis na sua velhice”.

Neste quadro, António Pedroso sublinhou que o número de camas existentes na ilha para a prestação de cuidados continuados com qualidade é reduzido, o que põe em causa o conforto dos idosos acamados.

O deputado expressou a preocupação do PSD/Açores com a possibilidade desta situação prolongar-se por tempo indeterminado já que, das intervenções previstas para os dois centros de saúde da ilha, apenas o da Calheta já está em curso, estando a intervenção prevista para as Velas a aguardar visto do Tribunal de Contas.

As jornadas parlamentares do PSD/Açores em São Jorge arrancaram na quarta-feira em São Jorge e serviram para os deputados social-democratas visitarem diversas instituições e organizações jorgenses ligadas à Agricultura, às Pescas, ao Turismo, à Saúde, à Educação e à Solidariedade Social.

Ler Mais em: PSD Açores

Ver também

Vasco Cordeiro incapaz de exigir à República que cumpra os seus compromissos

Mónica Seidi considera que a reação de Vasco Cordeiro à inexistência no Orçamento do Estado para 2018 de qualquer verba para a execução do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) con..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *