CÂMARA MUNICIPAL DE LAGOA, NA QUALIDADE DE PARCEIRA DO NONAGON, CONGRATULA A OBTENÇÃO DO SELO DE QUALIDADE EUIBIC.

CÂMARA MUNICIPAL DE LAGOA, NA QUALIDADE DE PARCEIRA DO NONAGON, CONGRATULA A OBTENÇÃO DO SELO DE QUALIDADE EUIBIC.

8 de Setembro, 2016 Não Por Azores Today

A Associação Nonagon foi distinguida, este mês, pela EBN – European Business Innovation Center Network com o selo de qualidade EU!BIC.
O Nonagon junta-se agora a um restrito grupo de organizações certificadas (o nono em Portugal) que, através dos seus recursos, sobretudo serviços de valor acrescentado, promovem, estimulam e facilitam o desenvolvimento de inovação em Start-ups e PME’s, em qualquer estado de desenvolvimento, através de um processo de incubação abrangente. Os EU| BIC focam-se na criação de novas empresas de caráter inovador e/ou no desenvolvimento de empresas existentes, com o objetivo derradeiro de contribuir para o desenvolvimento económico, competitividade, empregabilidade e crescimento da região de influência.
A EBN é uma associação internacional sem fins lucrativos de incubadoras que integra centros de inovação, clusters e outros intermediários que apoiam startups e PME’s inovadoras no desenvolvimento do seu negócio. Das 250 organizações associadas, 150 estão acreditados como EU|BIC’s, existindo até à data apenas 8 EU|BIC em Portugal. A EBN é a única organização autorizada pela Comissão Europeia a conceder a acreditação EU|BIC e apesar de sedeada em Bruxelas tem uma abrangência e reconhecimento que se estende a outras áreas, como América do Norte, América do Sul, África, Médio-Oriente e Ásia.
Estas estruturas, entre outros indicadores de desempenho, são capazes de assegurar taxas de sobrevivência média das startups a 3 anos de 90% (dados 2015) em oposição à média de sobrevivência de startups (50% a 3 anos em Portugal) não abrangidas pelos serviços de apoio de valor acrescentado presentes nos EU|BIC.
A insígnia EU|BIC é a única reconhecida oficialmente e a nível internacional como o padrão de suporte à incubação e aceleração, com base na inovação. Certifica que a organização detentora fez prova de ser capaz de assegurar a entrega de recursos e serviços a empreendedores e/ou PME’s consolidadas, adequados à fase de desenvolvimento em que se encontram, no sentido de satisfazer as necessidades de inovação reportadas ou identificadas. Para tal as organizações candidatas são avaliadas de acordo com a sua missão global, modelo de gestão, stakeholder’s, parcerias estratégias, core business. Para além disso, são avaliados os serviços disponibilizados aos beneficiários diretos da sua atividade (Start-ups e PME’s) e indicadores chave de desempenho, como por exemplo a quantidade e a qualidade das intervenções de apoio específicas.