BANDA DA RELVA COM ESTREIA MUNDIAL  SEXTA-FEIRA NO TEATRO MICAELENSE

BANDA DA RELVA COM ESTREIA MUNDIAL SEXTA-FEIRA NO TEATRO MICAELENSE

26 de Julho, 2016 Não Por Azores Today

A Filarmónica de Nossa Senhora das Neves realiza esta semana em Ponta Delgada a estreia mundial de quatro obras de música contemporânea portuguesa. Este concerto integrado nas comemorações dos 150 anos da popular “Banda da Relva” tem lugar sexta-feira, 30 de julho, às 21h30, no Teatro Micaelense.

As quatro novas obras encomendadas pela filarmónica aniversariante são da autoria dos compositores nacionais Carlos Caires e Luís Carvalho e dos jovens compositores micaelenses João Costa e Sara Ross. O programa será executado em formato de orquestra filarmónica sob a direção do maestro Hélio Soares.

O concerto do Teatro Micaelense inicia-se com as obras “Cais”, de Sara Ross, e “De Profundis”, de João Costa, encerrando com a interpretação das novas composições “Gentios são os Olhos Negros”, de Luís Carvalho, e “Procissão”, de Carlos Caires.

Este repertório expressamente composto para a comemoração do 150º aniversário da Filarmónica de Nossa Senhora das Neves, depois da sua primeira apresentação pública a 30 de julho, deverá ser oportunamente gravado para uma futura edição discográfica.

Trata-se do segundo grande evento da Banda da Relva realizado em Ponta Delgada neste ano comemorativo, depois do concerto inaugural das comemorações dos 150 anos que decorreu em janeiro no Coliseu Micaelense.

Os bilhetes de acesso ao concerto de sexta-feira encontram-se disponíveis para venda pública na bilheteira do Coliseu Micaelense, pelo preço único de cinco euros.

A Filarmónica de Nossa Senhora das Neves foi fundada a 1 de janeiro de 1866 na freguesia da Relva e comemora os seus 150 anos de história com um programa comemorativo que se prolonga até dezembro.

A edição de um jornal, a publicação de um livro e a gravação de um disco são algumas das iniciativas em curso, a par de um ciclo de conferências, um encontro de dirigentes de bandas e um festival de filarmónicas.

António Raimundo é o presidente da direção e José Andrade preside à assembleia geral e coordena o programa das comemorações no 150º aniversário desta filarmónica atualmente dirigida pelo maestro Helio Soares.

 

https://www.facebook.com/events/1844116775815914/