contador gratuito
Quarta-feira , 20 Junho 2018

Quinta temporada da MiratecArts confirma presença em várias ilhas dos Açores

Foto: Pedro Silva Sorrisos de Pedra de Helena Amaral recebem exposição no Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos de Maio a Setembro 2016.
Foto: Pedro Silva
Sorrisos de Pedra de Helena Amaral recebem exposição no Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos de Maio a Setembro 2016.

MiratecArts é uma associação cultural artística que lidera vários projetos incluindo a plataforma de artistas açorianos www.discoverazores.eu

No passado fim de semana celebrou 4 anos nos Açores e apresentou planos para a quinta temporada.
Com sede na vila da Madalena do Pico, projetos novos para esta localidade inclui o Festival Cordas e a continuação do Roteiro de Arte Pública na Madalena e o Roteiro dos Sorrisos de Pedra na ilha do Pico, que também tem uma exposição ambulante. Mas desde o arranque da MiratecArts em 2012, que incluiu encontros de debates artísticos em todos os municípios dos Açores, a associação tem apresentado e desenvolvido programação em várias ilhas.
Projetos artísticos na Vila do Corvo, Santa Cruz da Graciosa, Lajes e Santa Cruz das Flores e ainda parcerias prestes a confirmar para a Terceira, Santa Maria e São Miguel, já estão no programa para 2016. O programa +Arte no Corvo pretende ser alargado este ano durante o Azores Fringe Festival.
A ilha do Faial entra na programação deste ano com a abertura da exposição dos Sorrisos de Pedra de Helena Amaral, já agendada de Maio a Setembro no Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos. Esta será a primeira grande presença da MiratecArts no outro lado do canal da sua sede. Em parceria com a Câmara Municipal da Horta, o maior festival de artes nos Açores, Azores Fringe, também vai ter programação em várias localidades da cidade da ilha azul para o mês de Junho.
“Abrir as portas, apoiar da forma possível desde recursos humanos a financiamento, são alguns dos requisitos necessários para conseguirmos avançar em cada localidade,” diz o diretor artístico da MiratecArts, Terry Costa, “mas mais importante ainda é haver pessoas locais que pretendem desenvolver seus trabalhos originais, em qualquer área artística.”
Municípios que ainda não fazem parte do programa da MiratecArts, podem contactar com a associação até ao final de Fevereiro e assim não ficarem atrás desta grande explosão artística nos Açores. Este ano a associação recebeu propostas de artistas de 90 países. Desde filmes a intervenções em parques, exposições de várias técnicas de artes plásticas a performances de música, dança e teatro, palestras e conversas sobre os vários assuntos que afectam industrias criativas, e muito mais, vai fazer parte da quinta temporada da MiratecArts nos Açores.