Ponta Delgada ficou classificada no 36º lugar no Índice de Transparência Municipal 2015

A Câmara Municipal de Ponta Delgada ficou classificada no 36º lugar no Índice de Transparência Municipal (ITM) 2015, entre os 308 municípios portugueses, sendo o único dos Açores nos primeiros 40 do ranking nacional, segundo dados hoje divulgados no portalhttp://poderlocal.transparencia.pt/ranking-global.
Em 2013, o Município de Ponta Delgada tinha ficado em 37º lugar e em 2014 em 90º. Esta é a terceira edição do ITM e a classificação de Ponta Delgada é a melhor até ao momento, sendo que ficou, inclusivamente à frente dos dois maiores Municípios do país – Lisboa (127º) e Porto (98º).
Assim, e segundo o ITM 2015, o Município de Ponta Delgada obteve um score de 66.07 numa escala de 0-100.
Refira-se que a terceira edição do ITM, que avalia as páginas na Internet das 308 Câmaras Municipais do país, revela também que os Municípios portugueses disponibilizaram, de forma assinalável, informação de interesse público nos respetivos websites.
Aliás, no caso de Ponta Delgada a disponibilização de informação ao munícipe no website tem vindo a aumentar significativamente, sobretudo nos últimos dois anos. Através dohttp://www.cm-pontadelgada.pt/Site/FrontOffice/default.aspx…, os munícipes podem encontrar toda a informação sobre a atividade camarária, sobre as 24 Juntas de Freguesia do concelho e sobre as contas públicas.
De resto, o lema do executivo liderado por José Manuel Bolieiro é precisamente rigor nas contas públicas, verdade e transparência, o que se prova agora com a subida para o 36º lugar do ranking nacional do ITM.
O Índice de Transparência Municipal mostra, entretanto, que os Municípios portugueses publicam mais informação na dimensão Transparência Económico-financeira, com um score médio de 79,43, enquanto a dimensão da contratação pública está no extremo oposto, sendo a área com menos informação publicada, com um score médio de 22,91.
Em 2013, na primeira edição do índice, apenas 29 autarquias exerceram o direito ao contraditório. Em 2014, esse número subiu para 129, enquanto este ano foram 227 os municípios que exerceram o direito ao contraditório.
A classificação no Índice de Transparência Municipal é uma iniciativa da Transparência e Integridade, Associação Cívica (TIAC) e engloba receitas, despesas municipais, competitividade económica, serviços públicos e sustentabilidade financeira. O portal de transparência municipal é uma ferramenta que disponibiliza todos estes dados ao público em geral.
O Índice de Transparência Municipal mede o grau de transparência das Câmaras Municipais através de uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nos seus websites. O ITM é composto por 76 indicadores agrupados em sete dimensões: Informação sobre a Organização, Composição Social e Funcionamento do Município; Planos e Relatórios; Impostos, Taxas, Tarifas, Preços e Regulamentos; Relação com a Sociedade; Contratação Pública; Transparência Económico-Financeira; Transparência na área do Urbanismo.

 

Fonte: Câmara Municipal de Ponta Delgada

Ver também

CHEGA ENVIA CARTA A VASCO CORDEIRO COM PREOCUPAÇÕES E SOLUÇÕES PARA A RETOMA DA NORMALIDADE NOS AÇORES

O Chega Açores manifestou, através de carta, ao Presidente do Governo Regional dos Açores, Dr. …