MUNICÍPIO DE LAGOA CELEBRA PROTOCOLO COM ESTABELECIMENTO PRISIONAL DE PONTA DELGADA

Desafiada pelo Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, a Câmara Municipal de Lagoa, através da Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira, celebrou um protocolo de colaboração que visa levar a leitura e as artes até aos reclusos.

No âmbito deste protocolo serão dinamizadas várias atividades de promoção da leitura e das artes desenvolvidas por ambas as entidades para aquele público. Para o efeito, encontram-se a ser planificadas diversas ações, algumas das quais contarão com a presença de profissionais reconhecidos na área. Fernando Resendes, fotógrafo, irá integrar uma destas sessões, recorrendo à fotografia e ao vídeo para despertar emoções nos reclusos. Já Victor Almeida, artista plástico que tem ministrado aulas de pintura no concelho de Lagoa ao longo dos últimos três anos, irá abordar as características de algumas correntes artísticas. Será, igualmente, apresentado o livro de Carolina Cordeiro “Naquele tempo”, dando a oportunidade dos presentes estarem em contacto com a escritora açoriana.

Para além destas ações, a Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira irá doar livros à biblioteca do estabelecimento prisional, alguns dos quais pertencentes à coleção do patrono.
Sendo um dos objetivos do tratamento prisional o de envolver os reclusos em atividades socioculturais e recreativas, pretende-se que estas ações de teor pedagógico e de enriquecimento cultural constituam um dos mecanismos de inserção social.

Esta não é a primeira vez que as entidades trabalham em conjunto, no ano transato e respondendo novamente a um repto lançado pelo Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, a Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira desenvolveu naquele espaço duas ações relacionadas com a promoção da história local.

Fonte: Câmara Municipal de Lagoa – Açores

Ver também

Região atenta ao combate às apostas ilegais nos desporto (Vídeo)

Fonte: RTP Açores (clique neste link para ver o video)