PSD-Graciosa não gostou da visita do Governo

PSD-Graciosa não gostou da visita do Governo

10 Setembro, 2015 Não Por TCF Informacao

O PSD/Graciosa lamentou hoje que o Governo Regional tenha visitado a ilha para “aferir o descalabro provocado pelas suas acções e omissões”, referindo que a visita do Executivo apenas mostrou “que este Governo Regional do PS é como São Tomé, tem de ver para crer. E, neste caso, o que veio ver à Graciosa é mau”, afirmam.

A Comissão Política de ilha dos social democratas avança mesmo que “a visita do Governo do PS só teve o mérito de voltar a encher o Resort Hotel da Graciosa, coisa que não acontecia desde a última vez que o Inatel enviou grupos que cabiam nos aviões que servem a Ilha Graciosa”.

“É assim o PS e é assim o seu Governo com a Graciosa. Fizeram um hotel para receber grupos, como este governo de mais de 20 anos, e depois colocam aviões com menos lugares do que um autocarro que possa servir esse objectivo”.

Os social democratas classificam a visita do Governo “um vazio político, do qual se refletem apenas resultados miseráveis. O PSD/Graciosa lamenta não ter ouvido falar nos bons resultados dos governo socialistas de César e Cordeiro, porque não se pode relatar o que não aconteceu”.

“A coesão desapareceu e ficaram a desertificação e o isolamento”, considera a CPI do PSD/Graciosa, lembrando que o executivo “não falou de soluções para a Graciosa”, limitando-se a reagir “com as mesmas promessas eleitorais aos problemas conhecidos e tantas vezes discutidos”.

Acusam mesmo a tutela de apenas falar no futuro: “No futuro teremos mais e melhores transportes aéreos e marítimos, teremos mais turismo e melhores acessibilidades. No futuro teremos mais consultas de especialidade e mais condições para as actividades náuticas. No futuro podemos voltar a produzir o vinho, as frutas e os legumes pois teremos verdadeiro mercado interno. Foi isto que o governo regional veio cá dizer”, adiantam.

“Um Governo que veio à Graciosa pela 19ª vez, para ver com os próprios olhos o que já sabia. E para prometer o que tinha prometido anteriormente”, criticam.

“É dessa falta de credibilidade que os graciosenses estão fartos. E isso só cessará com diferentes políticas e com uma verdadeira intenção de desenvolver cada ilha destes Açores”, conclui o PSD da Ilha Graciosa.

fonte: PSD-Açores