Açores participam nas Jornadas Nacionais e refletem sobre situação da juventude em Portugal

Açores participam nas Jornadas Nacionais e refletem sobre situação da juventude em Portugal

10 de Setembro, 2015 Não Por Azores Today

Encontro marcado pela Misericórdia

O Departamento Nacional da Pastoral Juvenil (DNPJ) vai promover nos dias 25 e 26 de setembro as suas quartas jornadas nacionais de formação com o tema ‘O Jovem (t)em saída?’, no Seminário do Verbo Divino, Fátima.

Ao contrário do que aconteceu em anos anteriores, o Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil, no arquipélago dos Açores, participará neste encontro nacional.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o DNPJ explica que a tónica do encontro centra-se na “misericórdia na pastoral juvenil” alicerçada nas Bem-Aventuranças que “impulsiona e desafia nos caminhos da Nova Evangelização”.

O tema ‘O jovem (t)em saída?’ quer “questionar, interpelar, despertar, abrir ao diálogo” e nesse contexto surgem outras perguntas como: “Será a juventude prioridade/sensibilidade para a Igreja? Como a Igreja olha para os jovens? Como é ser cristão no mundo? Quem são os jovens e quais os seus problemas? De que forma o jovem se sente em Missão? Como a oração impele a “saír de mim” e a ir ao encontro do outro?”.

Desta forma, a Pastoral Juvenil em Portugal ao perceber quem são os jovens hoje, “situando-os nos círculos em que se desenvolve a sua vida”, pretende ser “mais capaz do anúncio de Jesus Cristo” e de “atualizar” a Sua mensagem em “novas linguagens”.

Do programa destaca-se como conferencista principal o responsável da Pastoral Juvenil no Conselho Pontifício para os Leigos (Santa Sé) que vai apresentar no contexto de ‘O Jovem em saída ou estacionado?’ a conferência ‘O Jovem na Europa – contextos e desafios’, no primeiro dia, às 21h45.

 

O padre João Chagas vai ainda apresentar a conferência ‘JMJ’16 Jubileu da Misericórdia – Jubileu dos jovens’ dentro da temática “Jovens em saída por que percursos?”, na manhã do dia 26 de setembro, a partir das 10h00.

O DNPJ preparou também a mesa-redonda ‘Vocação ao Amor’ que vai refletir a partir de ‘Jovens em saída, em que horizontes?’, a partir das 14h30.

Para este momento foram convidados o teólogo e filósofo Pedro Valinho Gomes, que vai falar sobre ‘A Família’; a superiora provincial da Congregação das Escravas do Sagrado, irmã Maria Vaz Pinto, com uma reflexão sobre a ‘Vida Consagrada’; e o especialista em estudos de mercado e opinião, Carlos Liz, que abordará o tema ‘os jovens lugares de Misericórdia’.

Um concerto orante, que vai ser “um momento de intensidade e intimidade”, e partilha nos trabalhos de grupo são ainda outros momentos que se destacam no programa das jornadas que pretendem ser formativas e fomentar o encontro.

  1. Joaquim Mendes, vogal da Comissão Episcopal Laicado e Família que acompanha o DNPJ, caberá a abertura das jornadas (21h30, 25 setembro), e a sessão de encerramento com o diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, o padre Eduardo Novo, no dia 26 de setembro, a partir as 16h30.

“Nestes dias faremos uma experiência conjunta de cultura, formação, entrega, serviço, oração e evangelização”, assinala o DNPJ sobre o encontro destinado a animadores de grupos e movimentos jovens, nos dias 25 e 26 de setembro, no Seminário do Verbo Divino, em Fátima.

As inscrições podem ser feitas pela internet e com “todos os que trabalham com os jovens” é proposto o objetivo de “crescimento e aprofundamento da fé e na fé” ajudando os animadores juvenis a “envolverem e entusiasmarem” a «sair» para que os jovens possam “descobrir o seu papel” na sociedade, na Igreja e no mundo de “profundas e rápidas transformações”.

O DNPJ recorda ainda que as IV Jornadas Nacionais da Pastoral Juvenil se realizam em pleno ano da Vida Consagrada, “em caminho com o Sínodo da Família” e num contexto de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Cracóvia 2016.

Cr/Ecclesia