Rafael Botelho arrecada na Ilha Terceira o  vice  campeonato nas 2RM do CRA 2015

Rafael Botelho arrecada na Ilha Terceira o vice campeonato nas 2RM do CRA 2015

9 de Setembro, 2015 Não Por Azores Today

IMG_2244Depois de ter conseguido o título de campeão nos RC4 no passado rali de Santa Maria, Rafael Botelho vê agora concretizado mais um objetivo do Campeonato, sagrando-se na Ilha Terceira no Rali Ilha Lilás, vice-campeão das 2RM pelo 3º ano consecutivo a uma prova do fim da competição. João Cabral, co piloto da equipa também consegue o titulo nos RC4 ficando em excelente posição para a reconquista do vice nas 2RM.
Numa prova em que conseguiu impor um andamento muito rápido, mesmo em condições atmosféricas muito difíceis, Rafael Botelho andou sistematicamente entre o 5º e o 7º tempo em todas as classificativas, com exceção para a penúltima e última, fruto de uma saída de estrada, que condicionou fortemente o andamento que vinha sendo imposto, fazendo perder 2 lugares nesse final de rali.

Rafael Botelho terminou o “Ilha Lilás” na 8 posição da geral, 4º das 2RM e 3º dos RC4, o que na prática e para os inscritos no CRA, significou 6º da geral, 3º das 2RM e 2º dos RC4, amealhando importantes pontos para as contas do campeonato, onde depois desta ronda, comanda o Grupo RC4, é segundo nas duas rodas e quinto nos absolutos.

O piloto que fez questão de tonar publico no seu carro o seu agradecimento pelo apoio ao longo dos últimos 3 anos por parte do popular ”GI” mecânico / eletricista da RRMotorsport que brevemente rumará a outras paragens, comentava assim a sua participação na prova da Ilha Terceira

“ O Rali Ilha Lilás deste ano foi um verdadeiro desafio, devido às adversas condições climatéricas. Na minha opinião superamos com distinção esse desafio, pois de manhã quando chovia consegui conduzir limpo e rápido o que nos permitiu assegurar uma ótima posição dentro do top 10 geral, bem como, nas 2RM face a concorrentes com máquinas melhores do que o meu Saxo e pilotos mais experientes nestas situações. Da parte da tarde, consolidamos a nossa posição, em troços longos e traiçoeiros com a “Serreta” ou a “Catarina Vieira” onde fomos rápidos, consistentes e eficazes, assegurando num deles um 5º tempo à geral. Infelizmente na segunda passagem pelo 1º troço da tarde tivemos um ligeiro acidente que nos fez perder mais de 5m, baixando 2 lugares à geral. No global estou muito satisfeito com a nossa prestação, pois desmontarmos um acréscimo de competitividade e rapidez, continuando, assim, um processo de evolução gradual onde ainda sinto a necessidade de melhor alguns aspetos importantes, como a leitura do terreno de modo a evitar toques. Foi um excelente fim de semana de aprendizagem em conjugação com um das melhores “exibições” da época. Gostaria de agradecer o apoio incondicional que recebemos ao longo de todo o rali, à minha fantástica equipa, à minha família, sempre presente, aos Amigos e aos nossos patrocinadores.
Na hora da despedida um grande abraço de Amizade ao “GI”

Dos 38 pilotos inscritos e dos 37 que alinharam à partida deste rali, terminaram 21 equipas, ficando demonstrada a dureza e dificuldade da prova terceirense, condicionada fortemente pela intempérie que se fez sentir durante o fim de semana na ilha.

Arrumadas as contas da 6 prova do campeonato é tempo de preparar a última prova da temporada que terá lugar nos próximos dias 9 e 10 de outubro com a realização do IV Rali do Pico.