Município reconhece ação dos Serviços Florestais e do Lions Clube do Nordeste

Município reconhece ação dos Serviços Florestais e do Lions Clube do Nordeste

21 de Julho, 2015 Não Por Azores Today

Na comemoração do 501º aniversário do concelho do Nordeste, a câmara municipal distinguiu com a Medalha de Mérito Municipal os Serviços Florestais do Nordeste e o Lions Clube do Nordeste, assim como o nordestense José Manuel Pimentel Furtado. No quingentésimo aniversário do concelho, a Câmara do Nordeste atribuiu ainda a Chave de Honra do Município ao professor doutor Eduardo Manuel Hintze Paz Ferreira. 

A atribuição da distinção ao Serviço Florestal do Nordeste pretende reconhecer o papel daquela entidade na melhoria da qualidade de vida dos nordestenses, no desenvolvimento socioeconómico do concelho do Nordeste, na promoção de atividades de educação ambiental e na conservação, na gestão e valorização da floresta açoriana.

O início da atividade dos Serviços Florestais no Nordeste teve um grande impacto na população local, pois ajudou a atenuar os graves problemas socioeconómicos que então se viviam – desemprego e falta de recursos das famílias, pertencendo à Administração Florestal do Nordeste a responsabilidade da implementação do Projeto de Arborização do Perímetro Florestal de São Miguel (1954), nos núcleos da Serra da Tronqueira (Nordeste, Fazenda, Santo António Nordestinho e Achada), de Água Retorta, da Achadinha e da Lomba de São Pedro, após estes terem sido submetidos ao regime florestal das áreas de baldio.

O Lions Clube do Nordeste foi a outra instituição cuja ação foi reconhecida pelo município, tendo a sua fundação neste concelho mais de 20 anos. Desde então, tem vindo a desempenhar um importante papel no apoio aos mais desfavorecidos e carenciados do concelho do Nordeste, através de diversas ações, que contam com a participação dos membros do clube bem como de familiares e amigos, num espírito de entreajuda e de prestação de auxílio à comunidade local.

Atualmente o Lions Clube de Nordeste conta com 14 membros efetivos, que, todos os anos, reúnem esforços para levar a cabo diversas atividades de cariz social, em regime de voluntariado, que têm tido um papel significativo na vida de várias pessoas deste concelho.

 José Manuel Pimentel Furtado, impulsionar da cultura local, na sua freguesia, a Lomba da Fazenda, e no concelho, foi outra personalidade distinguida pelo município do Nordeste, pela ação do distinguido na dinamização da cultura musical, assim como na formação musical, que tem contribuído significativamente para o desenvolvimento cultural do concelho do Nordeste.

José Manuel Pimentel Furtado iniciou a sua participação na atividade cultural em 1983, ingressando no Grupo Folclórico Imaculada Conceição, da Lomba da Fazenda, no qual ainda hoje mantém participação ativa, em simultâneo com outras instituições culturais onde colabora, como o Grupo Folclórico de São José da Salga e o Grupo Folclórico de São Jorge da Vila do Nordeste. Criou também o Grupo de  Cantares Ventos do Norte da Lomba da Fazenda e, no momento, entre outras atividades, dá formação de instrumentos de corda, como a viola da terra, e de acordeão, estando inserido na Orquestra de Violas da Terra em Ponta Delgada, cujo maestro é o professor Rafael Carvalho.

 Eduardo Paz Ferreira recebe Chave de Honra

Eduardo Manuel Hintze Paz Ferreira recebeu a Chave de Honra do Município, destinando-se este galardão a distinguir titulares de órgãos de soberania nacionais ou estrangeiros, diplomatas estrangeiros em Portugal e personalidades nacionais ou estrangeiras de reconhecido mérito e prestígio. A Câmara do Nordeste considerou distinguir o professor doutor Eduardo Manuel Hintze Paz Ferreira, tratando-se de uma figura de referência do mundo da advocacia, do ensino do Direito, da área fiscal e das finanças públicas, do meio financeiro, da política externa e da intervenção cívica, e em especial por ter sido um dos responsáveis pela atual Lei das Finanças Regionais que de certo modo veio beneficiar os municípios e munícipes da Região Autónoma dos Açores.

Eduardo Paz Ferreira, natural da ilha de São Miguel, é, entre outras funções que desempenha, professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa, presidente do Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal (IDEFF) da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e sócio fundador da Paz Ferreira e Associados – Sociedade de Advogados e presidente do Conselho Fiscal da Caixa Geral de Depósitos.

As distinções honoríficas foram entregues pelo presidente do município do Nordeste, Carlos Mendonça, na sessão solene comemorativa do quingentésimo primeiro aniversário do Concelho do Nordeste.

Fonte: Município de Nordeste