COMPLEXO DE PISCINAS MUNICIPAIS DE LAGOA CONTA COM RAMPA PARA PESSOAS DE MOBILIDADE REDUZIDA

COMPLEXO DE PISCINAS MUNICIPAIS DE LAGOA CONTA COM RAMPA PARA PESSOAS DE MOBILIDADE REDUZIDA

16 de Junho, 2015 Não Por Azores Today

11217733_395764203960696_6251978194070032446_oO Complexo Municipal de Piscinas da Lagoa e a zona balnear do Porto da Caloura abriram oficialmente a época balnear 2015, com o hastear da bandeira azul no passado sábado.

A cerimónia do hastear da Bandeira Azul nestas duas zonas balneares no Concelho de Lagoa contou, com a presença da Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto Decq Mota, bem como um Tenente em representação da Capitania, um membro da Delegação de Saúde, Presidentes de juntas de freguesia, nomeadamente de Água de Pau e da freguesia de Nossa Senhora do Rosário.

Na ocasião, a presidente do Município, Cristina Calisto Decq Mota, frisou o facto de essa ser uma cerimónia “que já nos habituamos a ser um referencia nestas duas zonas balneares do Concelho de Lagoa, pela qualidade, pelo serviço que prestamos, pelas condições excecionais que detemos, quer no Porto da Caloura, quer no Complexo Municipal de Piscinas”.

Segundo a autarca, “este ano estas condições foram melhoradas, prova disso, e em particular no Complexo Municipal de Piscinas, foi criado uma rampa de acesso à água, para pessoas de mobilidade reduzida. Aliás esta é uma inovação para esta época balnear, perfeitamente enquadrada nesta bonita paisagem, neste recorte natural, que estas piscinas têm e que nos conferem uma condição única”.

De referir que as tarifas para o corrente ano manter-se-ão inalteradas, sobressaindo-se a continuação na aposta de venda de passes individuais de 10, 30 entradas e de época balnear, bem como do passe familiar de 20 entradas. Para além disso, esta estrutura balnear continuará a praticar preços mais acessíveis para portadores de deficiência e pessoas com mais de 65 anos, para além das crianças dos 2 aos 11 anos, isentando do pagamento de entrada as crianças até 2 anos.

Os possuidores do Cartão Jovem e Inter-Jovem também serão abrangidos por tarifas reduzidas, salientando-se, ainda, a redução de 50% nos ingressos gerais após as 16:30. Trata-se de tarifas que pretendem beneficiar as pessoas que frequentem as piscinas municipais de modo a usufruírem, mais vezes, deste magnifico espaço de lazer e convívio.

Este tem sido um trabalho levado a cabo pelos funcionários do Município, aos quais, Cristina calisto Decq Mota, aproveitou a ocasião para reconhecer os serviços autárquicos, quer o serviço educativo, quer o serviço de desporto, pelo que têm desenvolvido em prol do Concelho. Exemplo disso, foram as atividades desenvolvidas neste dia, após o hastear da bandeira azul no complexo municipal de piscinas, como um desfile de roupas recicladas, que participou cerca de 140 alunos da Escola Secundária de Lagoa e a limpeza da orla costeira e subaquática, que já vem sido feita anualmente, organizado pelo CEFAL (Centro de Educação e Formação Ambiental da Lagoa).

“Isto é fruto doas ideias, do trabalho, do emprenho de toda a equipa, de quem coordena, de quem no dia a dia está nestes equipamentos. A quem vai, nestes complexos, trabalhar durante o verão também é reconhecido, uma vez que este é o verdadeiro trabalho de sol a sol, não sendo fácil, pois quem visita estes espaços são cliente com diferentes sensibilidades, o que é necessário saber gerir todo este ambiente para alem do seu funcionamento normal no dia a dia”, salientou a edil lagoense.

A Presidente da Câmara Municipal de Lagoa aproveitou a ocasião ainda para agradecer as entidades que se associaram a este dia, nomeadamente a Junta de Freguesia de Água de Pau, Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Rosário, o CALAG, o Clube Náutico de Lagoa, os Amigos do Calhau, a Escola Secundária de Lagoa, o Sepna, os vários grupos de escuteiros da Lagoa, os escuteiros marítimos, a Associação Juvenil do Clube Operário Desportivo e também ao fotógrafo Nelson Raposo, pelo registo das fotos da limpeza subaquática.

A cerimónia terminou com a limpeza da orla costeira e subaquática, num dia diferente, num dia em que os presentes deixaram a sua marca, em caminhar no sentido de uma Lagoa mais limpa, com mais qualidade, com um ambiente melhor, sendo que, no entender da autarca lagoense, “isso é um trabalho de todos nós, de toda a comunidade lagoense, não só das entidades públicas”.