Noites de Verão arrancam a 19 de junho no Centro Histórico e vão abranger também o Campo de São Francisco

Noites de Verão arrancam a 19 de junho no Centro Histórico e vão abranger também o Campo de São Francisco

11 de Junho, 2015 Não Por Azores Today

As Noites de Verão 2015 arrancam a 19 de junho, prolongando-se até 20 de setembro. Este ano, para além do Centro Histórico de Ponta Delgada, haverá também animação no Campo de São Francisco e várias novidades.
O programa foi hoje apresentado pelo Presidente da Câmara, José Manuel Bolieiro, em conferência de Imprensa, realizada no Jardim do Centro Municipal de Cultura. Na conferência estiveram presentes os restantes membros executivo camarário, representantes da ARESP (Associação da Restauração e Similares de Portugal) e Associação de Táxis de São Miguel e os Presidentes das Juntas das freguesaias citadinas que são palco das Noites de Verão, nomeadamente, São Sebastião e São José.
A abertura oficial das Noites de Verão, já na noite de 19 de junho com o habitual desfile da Charanga dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada pelas ruas do centro histórico até à Praça do Município.
Até 20 de setembro, estão agendados mais de 30 animações infantis, aproximadamente 55 concertos e atuações musicais, dois festivais (um de folclore outro de música tradicional), duas edições do Mercado de Sabores e mais de 25 animações itinerantes.
Paralelamente, segundo adiantou José Manuel Bolieiro, a Câmara apoia iniciativas como “Música no Colégio”, promovida pelo Coral de São José no Largo do Colégio, Projeto MAM´Africa (espetáculo de solidariedade no Campo de São Francisco, a 25 de julho) e a PDL White Ocean, que será divulgada oportunamente e incluirá a Festa Branca no Coliseu Micaelense.
Pelo meio, serão realizadas exposições fotográficas de rua sobre Ponta Delgada, em parceria com a AFAA – Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores, no lado Norte da Matriz e Praça Gonçalo Velho Cabral.
O programa das “Noites de Verão”, que será divulgado em Português e em Inglês, segundo o Presidente da Câmara, tem animação diversificada e alargada com vista “a dinamizar o comércio tradicional e a restauração, acolher os nossos munícipes e quem nos visita, projetando a maior cidade dos Açores junto dos mercados nacionais e internacionais”.
O programa, que tem também em conta o acréscimo do número de turistas, em consequência das companhias low cost que já operam em Ponta Delgada, terá 65 noites com muita animação musical e performativa (de quarta-feira a domingo).
Este é o terceiro ano consecutivo que as Noites de Verão se realizam no Centro Histórico de Ponta Delgada, sendo desta feita alargadas ao Campo de São Francisco, em parceria com a Junta de São José, por forma a dinamizar aquela zona histórica da cidade.
José Manuel Bolieiro referiu aos jornalistas que o programa de 2015 tem como objetivos assistir a um leque diversificado de atuações em locais predefinidos de concentração comercial, mas também de símbolos identitários da nossa cidade, como a Praça do Município, as Portas da Cidade e o Campo de São Francisco, além do que pretende interagir animações itinerantes com a atividade da restauração local.
Trata-se de um programa que “valoriza as associações e agentes culturais do município, através das suas participações e dos seus contributos, e enaltece as nossas tradições como projeção do nosso concelho e da nossa ilha”.
“Dos concertos musicais às atuações de ranchos folclóricos, das animações de rua aos desfiles de grupos musicais, da realização de 2 edições do Mercado de Sabores (uma no Campo de São Francisco e outra nas Portas da Cidade) a postos de venda de artesanato e livros, as Noites de Verão do Centro Histórico em 2015 revestem-se de muita açorianidade não só pelos agentes culturais, mas também junto do nosso comércio local” – sublinhou o autarca.
Aliás, José Manuel Bolieiro fez questão de salientar o facto de se ter registado “uma forte adesão voluntária de muitos agentes culturais locais, com projetos musicais de qualidade que, desde a primeira hora, quiseram associar-se à nossa iniciativa. A oferta foi tanta que não foi possível incluir todas as propostas que nos foram apresentadas”.
Refira-se que uma das novidades das Noites de Verão é a diversidade de palcos. Haverá um novo palco na Praça do Município e outro, com caraterísticas mais intimistas, nas Portas da Cidade. Ambos em regime de rotatividade.
“Outra das novidades será a inclusão do Campo de São Francisco na animação do centro histórico com a realização de concertos pontuais e eventos familiares nas últimas duas semanas de julho e de agosto, com a colaboração da Junta de Freguesia de São José. Uma inclusão sem concorrência de oferta à restauração permanente” – reforçou José Manuel Bolieiro, anunciando que “haverá ainda um alargamento das áreas do centro histórico no que respeita à passagem da animação itinerante. Teremos 3 circuitos fixos e cerca de 8 circuitos surpresa – de menor dimensão – em vários pontos da cidade”.

Câmara isenta esplanadas de taxas mas cumpre exigências da lei

Entretanto, a Câmara Municipal de Ponta Delgada vai isentar os comerciantes do pagamento de taxas para a instalação de esplanadas em ruas cujos pavimentos permitam a colocação das mesmas e desde que sejam requeridas antecipadamente à Autarquia, correspondendo às exigências de limitação do uso do espaço público permitido por lei.
Como habitualmente acontece todos os anos, as interrupções no trânsito irão verificar-se nas artérias do centro histórico onde se desenvolverão as iniciativas de animação musical e performativa e onde existirão maior concentração de restauração, nos períodos compreendidos entre quarta-feira a domingo, conforme as suas localizações.
José Manuel Bolieiro fez questão de referir que “os requerimentos para utilização de esplanadas por parte dos comerciantes da restauração, desde que licenciadas, são obrigatórios e deverão ser solicitados na Loja do Munícipe no Edifício dos Paços do Concelho. A venda ambulante pressupõe o licenciamento obrigatório (limitado ao espaço definido para o efeito) e a isenção de taxas só é aplicável para o período de realização das Noites de Verão”.
De resto, a falta ou ausência documento acima referido poderá incorrer em coima por parte das entidades competentes.
As Noites de Verão 2015, realizadas através da Sociedade Coliseu Micaelense, custam ao Município uma média de 115 mil euros, verba que inclui todas as despesas inerentes à logística associada à realização de todos os eventos assim como a colaboração em atividades paralelas com o apoio da autarquia.

Fonte: Câmara Municipal de Ponta Delgada