UM SAXOFONE PARA O LUÍS (Video)

UM SAXOFONE PARA O LUÍS (Video)

8 de Junho, 2015 Não Por Azores Today

Nascido em Rabo de Peixe, o Luís é um saxofonista micaelense que precisa de um saxofone para fazer magia. Depois de ter que devolver o saxofone que lhe fora emprestado, urge agora adquirir um saxofone para o músico. Com intuito de aprofundar a sua prática musical do instrumento, desenvolver um laboratório de experiências e de encontros com outros artistas todas as quartas- feiras na Travessa dos Artistas, ‘Um Saxofone para o Luís’ culmina com a apresentação de um concerto carta branca ao músico e convidados durante a programação da 5ª edição do Walk &Talk, Festival de Arte Pública.

Uma história. Uma história que quero que continue a ser escrita a cada dia. Tudo começa dentro de mim, com o meu coração,  com a necessidade quase constante de partilhar e me expressar.  Esta exteriorização foi acesa por um sopro. Sim, falo-vos dosaxofone.

O saxofone é como uma extensão do meu corpo. Com ele aprendi que a música flui dentro de mim. Com ele penso em momentos, da vida ou da imaginação. Penso em histórias, as mais incríveis, e depósito nele toda a minha energia. O saxofone é só o intermediário, o microfone do meu coração. Ele ouve o meu silêncio e traduz. Mas o que realmente ouvem além da música é o meu ser, visão e sentimentos. Minhas alegrias, choros, medos e aspirações.

Mas nem tudo corre como queremos e existe uma pequena história dentro desta maior.

É o que o saxofone que usava não me pertencia e pelos seus motivos, ele foi-me retirado recentemente. É algo que aceito com tranquilidade, afinal não se pode reclamar por algo que nunca foi nosso. Mas a verdade meus amigos, é que neste momento estou sem o meu companheiro de vida. Sim, estou sem saxofone. Como vos posso explicar este sentimento? Talvez como se me obstruíssem a estrada da expressão. Um vazio que me inquieta a cada dia. Saudades? Sim, muitas.

Mas porque não tenho um meu? – perguntam vocês. Outro facto é que não tenho possibilidades financeiras para adquirir um. Sempre lutei para chegar onde estou e sempre vou continuar. Mas a compra do meu companheiro supera a minha luta e possibilidades. Mas meus amigos, não consigo ficar sem o meu sonho. É por isso que vos conto esta história. Necessito continuar a tocar. Preciso do meu companheiro de volta. Quero continuar o meu percurso musical e pessoal com um saxofone. Quero ter um saxofone. É  por isso que quero apelar a quem possa que colabore a tornar este sonho realidade. Que me ajude a recuperar parte de mim.

A melhor recompensa que vos posso oferecer com um saxofone nas mãos é dar-vos música semanalmente convidar-vos a acompanhar os 1001 encontros que dirijo nas “Quartas Com Jazz” na Travessa dos Artistas, em Ponta Delgada. A partir desse processo, pretendo criar um sonho maior, uma noite maior, uma carta branca oferecida pela 5ª edição do Festival Walk&Talk para apresentar uma grande noite de música onde o saxofone é o centro, rodeado de amigos, intervenções e convidados.

Um profundo e sincero agradecimento a quem leu, sentiu e partilha o meu vazio. Espero brevemente vos agradecer com mais música.

 

SOBRE O PROMOTOR

Luis Senra é um saxofonista micaelense, nascido em Rabo de Peixehá 24 anos. Começa a aprender clarinete e flauta transversal aos 11 anos na Escola de Música de Rabo de Peixe, fazendo aos 17 anos a transição para o saxofone. Aos 18 anos entra no Conservatório Regional de Ponta Delgada. Por esta altura, aquando do festival Jazzores’09, descobre o seu fascínio pelo jazz, música experimental e improvisação livre.

Desde aí teve contactos musicais e de aprendizagem com vários músicos nacionais e internacionais. Participou em master classes e workshops com nomes como Michael Wimberly, Sabir Mateen, Raymond King, Thollen Mcdonas, Pau Rodriguez, Eduard Pao, Laurent Filipe, Claus Nymark, Pedro Moreira, Paula Oliveira, Bruno Santos, Rui Massena, Francisco Ferreira e Gilberto Bernardes. Participou em jam sessions com James Spaulding, Daniel Waples, Jon Irabagon, Moppa Elliott, John Blum, Michael Smith, Michael Ross, Biagio Verdolini, Daniel Carter, Paulo Vicente, Ricardo Reis, Carlos Mendes, João Macedo, Pedro Silva, Sara Miguel, Paulo Cunha, Gianna de Toni e Carlos Massa. Tocou no festival Jazzores’11 na apresentação de uma sessão de improviso livre através da Box Deserter Ensemble aquando da vinda do pianista Thollen Mcdonas.

Desde o início do seu percurso musical passou por diversas orquestras ligeiras, pela Orquestra de Iniciação ao Jazz da Academia de Rabo de Peixe, Oi.Jazz, e Orquestra Regional Lira Açoriana. Foi membro de projectos como os Sax ‘n’ Fun, MP4 BAND e Dixiebando. Colaborou também em concerto com os Za!,Tran-Tran Manush, Lulu Monde, Broad Beans, Social Software, Romeu Bairos, Rifte n’Roll e Jaime Goth.

Actualmente, tendo descoberto o chill out/lounge e a ligação música/emoção/energia tem desenvolvido a sua abordagem à improvisação através do projecto ON. Neste projecto, que inclui os músicos Jorge Valério e Daniel Tavares, o foco principal é a liberdade criativa, como meio de exploração musical e de conexão directa com o público.

 

Integra o corpo dirigente e docente da Academia de Música de Rabo de Peixe, residente no Teatro Miramar,  projeto de acção social pela arte onde lecciona saxofone.

 

ORÇAMENTO E PRAZOS

  1. O objectivo é comprar um Saxofone modelo Tenor Cannonball (GT5-SB) que tem o valor de custo de 3000€.
  2. Esse instrumento é capaz de responder às necessidades musicais e ainda e de dar asas para continuar a evoluir. É muito importante um músico ter o seu próprio instrumento para poder continuar a sua prática artística livremente e sem restrições.
  3. O prazo finalpara atingir o objectivo financeiro deste projeto é 10 de Junho de 2015, dia até ao qual estarei a trabalhar com um novo saxofone emprestado.
  4. De Abril a Junho de 2015 orientarei semanalmente as ‘Quartas Com Jazz‘ onde tocarei com  outros músicos na Travessa dos Artistas, em Ponta Delgada.
  5. Com a estaleca da ‘Quartas de Jazz’ e o meu saxofone nas mãos,  objectivo é recompensar-vos, e trabalhar num concerto que terá a exploração do saxofone como centro e que contará com a participação de vários amigos e músicos convidados. O concerto será apresentado na 5ª edição do Walk & Talk- Festival de Arte Pública, entre 17 de Julho e 1 de Agosto de 2015.

Fonte: PPL

No Facebook

https://www.facebook.com/senraluis