Mais empregos para a Graciosa

Mais empregos para a Graciosa

5 de Junho, 2015 Não Por TCF Informacao

Manuel Avelar quer focar-se na criação de emprego.

Avelar Santos, Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, concedeu uma entrevista ao boletim da GRATER, que agora passa a ser distribuído como suplemento do Diário Insular, de forma gratuita.

Na entrevista, Manuel Avelar Santos respondeu a diversas questões que foram desde o papel da autarquia junto da população local, os novos apoios comunitários, quais os setores que têm espaço para crescer na economia local, entre outros mas, foi nas prioridades da autarquia que Avelar Santos destacou a empregabilidade.

Avelar Santos quer mais empregos para a Ilha Graciosa e para isso, lança como trunfos a construção do Parque Empresarial, que poderá albergar 15 negócios mas, também, o facto das taxas municipais para empresas estarem situados nos valores mais baixos.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa o próximo quadro comunitário, será muito importante para, “melhorar a competitividade da nossa pequena economia local e combater as grandes dificuldades dos mais variados setores, com uma política de desenvolvimento económico e também social.A nossa preocupação centra-se no reforço da empregabilidade, na tentativa de aumentar o emprego jovem, na promoção da inclusão social e no combate à pobreza, na proteção do ambiente e na melhoria da educação“.

Para o autarca graciosense uma das suas prioridades é, “a construção do parque empresarial que vai permitir a instalação de quinze empresas, contribuindo desta forma para o desenvolvimento do tecido empresarial local e consequentemente para um aumento da empregabilidade. Outro objetivo, ainda fundamental para a Graciosa, consiste na remodelação da rede de águas nas freguesias de Santa Cruz e Guadalupe. A nível ambiental, pretendemos também requalificar os pauis no Centro de Santa Cruz, uma necessidade sentida no nosso concelho há já muitos anos“.

Quanto há capacidade da ilha albergar mais empresas, Avelar Santos é perentório ao referir que, “embora a Graciosa se depare com muitas dificuldades devido à sua população reduzida e envelhecida, sentimos que nos últimos anos vá-
rios jovens conseguiram, com a ajuda de apoios do Governo Regional, constituir novas empresas em áreas muito diferentes, como a saúde, bem-estar, agricultura, turismo, etc., o que revela que felizmente o empreendedorismo existe, de facto, na nossa ilha.
É de salientar que cada vez mais jovens graciosenses qualificados regressam a casa e tentam dinamizar a ilha e a nossa economia. O bom seria que todos o conseguissem e é nesse sentido que, em conjunto, temos que continuar a lutar“.