Ponta Delgada é o primeiro Município de São Miguel a implementar Estratégia para a Igualdade de Género, Cidadania e não Discriminação

 11270516_949308988464850_933321202354789266_oA Câmara Municipal de Ponta Delgada, com o apoio da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, está a realizar, durante o dia de hoje, no Centro Municipal de Cultura, um workshop sobre a “Elaboração de Planos Municipais para a Igualdade de Género, Cidadania e não Discriminação”.
Nesta iniciativa, que se foca em estratégias de intervenção ao nível do Poder Local e é destinada aos técnicos da Autarquia e outros técnicos de instituições sociais, a Vereadora Fátima Rego Ponte afirmou que “Ponta Delgada é o primeiro Município de São Miguel a implementar uma estratégia de integração da perspetiva de género e da não discriminação em todas as políticas e ações desenvolvidas”.
“O plano para a igualdade constitui um instrumento de política global, orientador da não discriminação em geral e facilitador da disseminação do princípio da igualdade de oportunidades através da valorização e uma cidadania ativa, enquanto estratégia de execução e avaliação das políticas e ações da Autarquia” – referiu a Vereadora da Ação Social, em representação do Presidente do Município, José Manuel Bolieiro.
Fátima Rego Ponte esclareceu que, “como consequência, da aprovação deste plano, teremos uma melhor utilização dos recursos humanos e financeiros, uma melhor qualidade da tomada de decisão e um melhor funcionamento da democracia, com consequentes ganhos nos resultados da organização e do público que serve”.
Neste sentido, “amanhã, a Autarquia irá assinar um protocolo com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, na sequência do qual o Município de Ponta Delgada arranca com a constituição do Plano Municipal de Ponta Delgada para a Igualdade do Género”, adiantou a Vereadora com a tutela da Ação Social.
Por outro lado, Rosa Oliveira, da Comissão para a Cidadania e Igualdade do Género, referiu que “as Câmaras são as entidades mais próximas das pessoas, dizem os documentos internacionais, e por isso temos de trabalhar com elas e agradecemos a todas as que decidiram cooperar connosco, como foi o caso de Ponta Delgada”.
Nuno Gradim, outro membro da Comissão para a Cidadania e Igualdade do Género, salientou, também durante a sua intervenção, a questão da proximidade, sublinhando que “os Planos Municipais são os mecanismos mais próximos dos munícipes”.
Quanto ao programa deste workshop, inclui temas como: enquadramento estratégico dos diversos Planos Nacionais; a importância da igualdade do género no poder local; os planos municipais para a igualdade do género, para a prevenção e para o combate à violência doméstica; as estratégias a adotar no âmbito dos Planos Municipais para a igualdade.

Ver também

Em recuperação

Fonte: RTP Açores (clique neste link para ver o video)