contador gratuito
Quinta-feira , 22 Fevereiro 2018

Judiciária investiga morte da jovem Tânia Oliveira em Ponta Delgada

A Polícia Judiciária confirmou hoje que está a investigar a morte de Tânia Oliveira, uma jovem surfista de 20 anos de idade, alegadamente por inalação de monóxido de carbono no interior de uma habitação em Ponta Delgada. O acidente ocorreu ao fim do dia de ontem, 1 de Janeiro.

O monóxido de carbono e uma combustão incompleta do gás butano.

O Coordenador da PJ confirmou a investigação em curso numa situação “embrionária” e não forneceu mais qualquer informação sobre a morte da jovem de 20 anos.

Ao princípio da tarde de hoje está a proceder-se à autópsia para confirmar as causas da morte.

Os Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada foram chamados ao local do acidente mas o comandante da corporação, Nuno Barbosa, elucidou que qualquer informação deveria ser fornecida pela polícia.

Tânia Oliveira era uma exímia praticante de surf e arrecadou vários prémios em competições regionais.

A morte da jovem está a provocar grande consternação e tristeza junto de familiares, colegas e amigos.

Vários amigos estão a revelar nas redes sociais o estado de choque em que se encontram pelo falecimento da jovem.

Tânia Oliveira foi Campeã regional de Sub 18 no ano de 2015 no Open Feminino de surf.

Ficou em terceiro lugar no Campeonato Nacional – Liga Moche.

Em 2017 não tem muitas participações em provas de surf por ter concorrido para a Rynair como hospedeira.

 

(Notícia em evolução)

 

Fonte: Correio dos Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *