Bolsas de mérito escolar e apoio financeiros a jovens enchem Salão Nobre

Publicado em 29 dezembro 2017

Visualizações: 10

BolsasO Presidente da Câmara Municipal da Horta defendeu ontem que a atribuição de bolsas de estudo a jovens faialenses que se encontram a qualificar-se no exterior é um investimento no futuro da ilha do Faial e na sua capacidade de inovação.

José Leonardo que falava na assinatura dos contratos-programa entre a autarquia faialenses e jovens do concelho, salientou que o Apoio Financeiro a Jovens é um contributo da Câmara Municipal para ajudar as famílias a custear, entre outras, as despesas de alojamento, alimentação, transporte, material escolar e propinas, dos jovens estudantes que frequentam cursos de nível CET e de ensino superior e que preencham os requisitos definidos no Regulamento Municipal para o efeito.

“Entendemos que a educação e o conhecimento são a base do desenvolvimento, pelo que vamos continuar a fazer este esforço para corresponder às preocupações das famílias que desejam que os seus filhos tenham condições para se qualificarem e adquirirem mais conhecimento”, adiantou José Leonardo Silva.

Na sua intervenção, o autarca frisou que a “Educação e o Conhecimento são a base do desenvolvimento” e, nesse sentido sublinhou que a autarquia “tem feito um esforço para corresponder às preocupações dos pais e das famílias que desejam que os seus filhos tenham todas as condições para se qualificarem e adquirem mais conhecimento em prol do seu futuro e do futuro do Faial”.

O investimento da autarquia na atribuição das bolsas de estudo ronda os 50 mil euros, o que corresponde a um aumento de 10% em relação ao ano anterior, distribuídos por 45 jovens estudantes faialenses. Investimento que, segundo José Leonardo, “é extremamente reprodutivo por ser um investimento no futuro dos jovens e da ilha do Faial, pois o conhecimento que se encontram a adquirir será colocado ao serviço do desenvolvimento do concelho”.

O Presidente da Câmara aproveitou a ocasião para apelar à participação dos jovens na vida da sua ilha e do seu concelho, referindo que eles serão os futuros líderes das instituições.

“Conto com vocês na construção do nosso futuro, vendo o Faial pela positiva e colocando-se ao lado das soluções e não do lado do problema pois temos grandes desafios à nossa frente”, concluiu o líder do executivo camarário.

A Câmara da Horta atribuiu ainda cinco bolsas de mérito escolar e duas menções honrosas aos alunos que mais se destacaram no concelho, em diferentes níveis de ensino, e que são reconhecidos como “bons alunos”.

“Ser um bom aluno tem de ser uma qualidade e o seu inverso, uma exceção”, advogou o autarca, acrescentando que a atribuição destas bolsas tem também esta preocupação pela “elevação do ensino” e por criar nas crianças, adolescentes e jovens uma “cultura para o sucesso, que contrarie muitas outras tendências e fragilidades”.

“A Câmara Municipal da Horta está pois disponível para desempenhar esse papel, e nesse percurso, preza naturalmente, o papel dos seus parceiros, unidos na mesma luta e com a mesma ordem de preocupações para que tenhamos cada vez mais no futuro, um concelho de referência ao nível do ensino, como certamente já é e será ainda em muitas outras áreas nomeadamente ao nível das infraestruturas escolares”, frisou.

José Leonardo Silva disse ainda aos alunos presentes que “é bom ser bom aluno. É bom cultivar a vontade de obter sucesso, sempre respeitando, claro, quem está ao nosso lado.”

Fonte: C. M. de Horta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here