O fotógrafo José Maria Sousa, com a fotografia “Enrosca-te em mim”, foi o vencedor do concurso de fotografia “Ribeira Grande nas conquistas do império”, organizado pela Câmara de Ribeira Grande no decorrer da Feira Quinhentista de 2017.

Na segunda posição ficou Álvaro Miranda, com a imagem “Presa nas memórias”, enquanto o terceiro lugar foi conquistado por Gabriela Pontes com a fotografia “Mourisca”. Estas, bem como as restantes treze fotografias mais votadas pelo júri, farão parte de uma exposição a inaugurar na Feira Quinhentista de 2018.

Participaram no concurso “Ribeira Grande nas conquistas do império” cerca de vinte fotógrafos que colocaram mais de sessenta fotografias à apreciação do júri. Foram seleccionadas as quinze mais votadas.

O vencedor será contemplado com um prémio de 150 euros e quatro passes gerais (sem campismo) para o festival Monte Verde 2018. Já o segundo e terceiro classificados serão distinguidos com prémios no valor 100 e 75 euros, respetivamente, bem como um safari microbiano (para oito pessoas) no OMIC, nas Furnas, e uma noite com as estrelas, no OASA, em Santana (Rabo de Peixe).

O objetivo fundamental do concurso “Ribeira Grande nas conquistas do império” foi o de projetar a Feira Quinhentista que aconteceu na cidade da Ribeira Grande através do registo fotográfico dos momentos que a compõem, desde os desfiles à animação no burgo, as serpentes, o fogo, as danças e os torneios a cavalo, entre outros.

Listagem dos vencedores:
1.º lugar – Enrosca-te em mim, de José Maria Sousa
2.º lugar – Presa nas memórias, de Álvaro Miranda
3.º lugar – Mourisca, de Gabriela Pontes
Foram ainda selecionadas para a exposição (ordem aleatória) as fotografias:
Cavaleiro fantasma, de José Vaz
O beijo da víbora, de José Maria Sousa
Deus perdoa sempre, de Mário Raposo
A guerra não é solução, de Mário Raposo
A mendiga, de Gabriela Pontes
Trago comigo os teus segredos, de Ricardo Furtado
Amor colorido, de José Vaz
Pela pátria, de José Vaz
Um olhar desconfiado, de José Vaz
Dançarina, de Pedro Couto
Beijo, de Paula Couto
Vida de escravo, de Nuno Gomes

Fonte: Câmara Municipal Ribeira Grande

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here