O Presidente da JSD/Açores, Flávio Soares, afirmou ontem que “a inclusão social e o combate à pobreza não podem ser bandeiras que só se erguem quando dá jeito. Têm de ser preocupações constantes, não só dos governantes, como de todos nós”, afirmou, deixando críticas à forma como a gestão pública “olha e cuida das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) nos Açores”.

“Não se percebe que, passados 21 anos de governos socialistas, se apresente mais uma Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social, demonstrando o fracasso das políticas regionais em matéria social”, afirmou o jovem social democrata, que deixou o repto para que as políticas públicas “se centrem na igualdade de oportunidades”.

Flávio Soares falava na Gala Solidária promovida pela JSD/Açores, na Associação Agrícola de São Miguel, evento que juntou uma centena de pessoas, onde desafiou os responsáveis políticos para “um trabalho em conjunto, das instituições públicas e privadas” uma vez que, nos Açores, “precisarmos de níveis mais elevados de bem-estar, e de aumentar a assistência aos mais idosos, às pessoas com carências e a quem precisam verdadeiramente de ajuda”, sublinhou.

O certame angariou um apoio de 433 euros, sorteado entre as representações de várias IPSS presentes, e que foi entregue ao Centro Social e Cultural dos Fenais da Luz.

Flávio Soares desejou muito sucesso, no novo ano, “a todas as associações que ajudam pessoas”, deixando um agradecimento “às organizações e pessoas singulares que, na hora de ajudar e reconhecendo o mérito do trabalho das IPSS nos Açores, se associaram a esta nossa iniciativa, sem olhar a cores partidárias”, concluiu.

Fonte: PSD Açores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here