Papa destaca «Deus que se faz pequeno na manjedoura» para salvar a humanidade

Dez 15, 2017 | Em destaque

Papa destaca «Deus que se faz pequeno na manjedoura» para salvar a humanidade

Missa na Casa de Santa Marta foi centrada no tema da ternura

O Papa destacou hoje no Vaticano a festa do Natal como um dos momentos mais simbólicos da “ternura” de Deus pela humanidade.

“Ele é o Deus grande que se faz pequeno e na sua pequenez não deixa de ser grande. O Natal ajuda-nos a entender isso: na manjedoura, está o Deus pequeno. Com a sua ternura aproxima-se de nós e nos salva. Este é um mistério e uma das coisas mais bonitas”, referiu Francisco, durante a missa desta quinta-feira na Casa de Santa Marta.

Na sua homilia, publicada pela Rádio Vaticano, o Papa argentino salientou ainda que a ternura de Deus é como a de “um pai” que a todos assegura: “Não temais. Eu vos ajudarei”.

E também como a de uma mãe, que “tranquiliza” e “acarinha”, que “quer cantar uma canção de embalar”.

“Ele transporta-nos nas suas entranhas”, frisou Francisco, que interpelou depois os presentes sobre a relação de cada um com Deus.

“E nós, somos capazes de falar com o Senhor assim, como Pai, como Mãe, ou temos medo?”, questionou o Papa, recordando que Deus veio para curar “as chagas” de todas as pessoas.

“Onde pode ser encontrada a ternura de Deus? Nas feridas de cada um. Nas minhas feridas, nas vossas feridas”, completou.

(Com Ecclesia)

Fonte: Igreja Açores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here