O Orçamento e Grandes Opções do Plano do Município de Lagoa, para o ano de 2018, foi aprovado, ontem, por maioria, na sessão ordinária da Assembleia Municipal de 5 de dezembro de 2017.

O valor total do orçamento é de 11.663.000,00€, sendo que o plano de investimentos perfaz um total de 7.969.752,00€, dos quais 2.456.086,00 € estarão ao dispor do financiamento da autarquia e o restante, 5.513.666,00€ será destinado a obras com recurso a fundos europeus.

A Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, salienta que “o plano e orçamento para 2018 demonstra uma estratégia política orientada para o desenvolvimento do concelho de Lagoa, nomeadamente com a dinamização do tecnoparque e sedeação de empresas naquele espaço, com a aposta no turismo, ambiente e lazer e também no âmbito social no continuo acompanhamento de famílias lagoenses que carecem do apoio autárquico para obterem uma situação de vida condigna.” A autarca refere que o plano e orçamento cumpre, uma vez mais, com os critérios de gestão rigorosos e transparentes e que são necessários para cumprir com a lei das autarquias locais em termos orçamentais.

Assim, o orçamento para o próximo ano continuará a reflectir a aposta na área social com um investimento previsto de
415.000,00 €. Cerca de 949.100,00 €, nas áreas da Educação, Cultura, Turismo, Desporto e Lazer e na área do Ambiente cerca de 886.000€.

O apoio às Juntas de Freguesia continuará a ser uma das apostas do município, transferindo cerca de 250.000,00 € e cerca de 450.000,00 € para as instituições culturais, sociais e desportivas considerando que as mesmas são importantes parceiras no desenvolvimento de atividades fundamentais que contribuem para o progresso e promoção da Lagoa. De referir que estes valores são idênticos a este ano.

Dos investimentos em obras que se considera estruturantes para a Lagoa, o destaque vai para a Ciclovia e Valorização da Frente Marítima da Cidade de Lagoa; Infra estruturas do Loteamento da Ribeira Chã; a construção do Mercado Municipal; a requalificação e qualificação da Praça de N. Sra. do Rosário; a Eficiência Energética; a Requalificação do Jardim Nossa Senhora dos Anjos; a Recuperação do Cine Teatro Ferreira da Silva; a Requalificação do Polidesportivo do Cabouco; a Criação do Parque Pedagógico; Zonas Balneares e de Lazer; a Smart City e Modernização Administrativa e o Orçamento Participativo Jovem.

Fonte: Câmara Municipal de Lagoa – Açores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here