Vítor Fraga anuncia adjudicação da empreitada de reabilitação da estrada entre Ferros Velhos e Ponta Delgada, nas Flores (Com Som)

O Secretário Regional do Turismo e Transportes anunciou que a empreitada de reabilitação da Estrada Regional N.º 1-2.ª, entre Ferros Velhos e Ponta Delgada, na ilha das Flores, foi hoje adjudicada à empresa Tecnovia Açores.

Vítor Fraga, em declarações durante uma visita ao local onde vai ser iniciada esta intervenção, salientou que “a concretização desta obra corresponde ao cumprimento de um compromisso assumido pelo Governo dos Açores”, representando um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros.

Esta é uma intervenção que decorrerá ao longo de cerca de 10 quilómetros, mantendo o traçado existente, sempre que possível.

Para além de se proceder à repavimentação da via, que terá uma largura de 5,5 metros, serão realizadas igualmente intervenções ao nível dos sistemas de drenagem, bem como a colocação de sinalização vertical e horizontal.

O titular da pasta das Obras Públicas revelou ainda que, além desta empreitada e inserida igualmente nas intervenções ao nível dos circuitos logísticos terrestres na Região, “está a decorrer o concurso público para um conjunto de outras intervenções na ilha das Flores, onde se inclui o Ramal da Fajãzinha, o Ramal dos Mosteiros, a entrada da Vila das Lajes e a estrada do Topo Sul do Aeroporto, num investimento global de cerca de 750 mil euros”.

Estas obras “inserem-se num conjunto de investimentos públicos para a ilha das Flores, inscrito na Carta Regional de Obras Públicas (CROP), em que já temos obras executadas ou a decorrer, num montante de cerca de 2,3 milhões de euros, temos em contratação cerca de quatro milhões de euros e, até ao final do ano, lançaremos os concursos correspondentes a um investimento de cerca de 2,1 milhões de euros”.

Vítor Fraga lembrou que, no âmbito das negociações para o novo Quadro Comunitário de Apoio, “o Governo da República disse que Portugal, incluindo os Açores, não precisava de mais estradas”.

“Perante este facto, o Governo dos Açores desenvolveu um trabalho notável para que esta situação fosse revertida e conseguiu um regime de exceção, que permite dar resposta às situações prioritárias, nomeadamente a esta obra que hoje visitámos”, frisou o Secretário Regional.

GaCS/HB